Quase amor

Imagem para a postagem "Quase amor" no blog Amor e Oxigênio

Final de dia, estamos caminhando no meio de uma multidão. Todos passam, nos olham, desconfiam. Segredos? Olhe lá! Olha o sol, veja o brilho nos nossos olhos, perceba a luz no fim do túnel. Ainda estamos aqui, ainda somos capazes.Nada pode nos impedir, nada pode ser maior que isso.. Olhe nos meus olhos, veja como eles brilham quando olham pra você. Vejo o mesmo e sinto o mesmo em você. Nada será maior, nunca.Somos nós, o sol, a luz, o claro e as mais positivas de todas ideias possíveis. Sinta isso como eu senti, acorde e olhe para o lado. Veja que não está mais só. Isso é nobre, é alegre, é melhor que tudo.Que horas são? O que temos pra hoje? O que faremos hoje? Não sabemos, esquecemos do mundo, nos embriagamos com as risadas e os planos da noite anterior… Nos perdemos nas estrelas daquela doce madrugada.. A lua sobre nós, suavemente a nos tocar e a dizer que tudo está bem. Estamos sozinhos. Eu e você, num mundo completamente enebriado de azul. Esqueça que existem promessas, que existem metas, que existem problemas a serem resolvidos. Deixe-se ter a certeza de que o mundo nos pertence agora. Deixe, nem que seja por um momento, nem que for somente para dar a você a certeza que merece ouvir de si mesmo.Eu não consigo voltar atrás, eu não me vejo de outra maneira nesse lugar a não ser ao seu lado. Não sei de onde recomeçar sem esse sorriso que me guia.. Estou perdendo as palavras de minha própria mente e não sei como começar e tão pouco se é exatamente a partir daqui que as coisas devem ser contadas.Porque somos eu, você e todas as pessoas. É quase impossível não se importar com nada, entendo. E eu já não sei o porque de não conseguir tirar os meus olhos de você… Meu anjo, que horas são?!Os sonhos.. As vontades.. Tudo o que você faz é bonito, é certo. Esse certo me atrai, essa magia em comum… Ninguém compreende, ninguém entende como somos tão diferentes de todos e tão parecidos com nós mesmos. E isso faria alguma diferença para alguém além de nós? Isso é bonito, ninguém entende o quanto eu preservo isso. Não precisamos fazer nada, não precisamos provar nada.
Somos eu e você. O mundo, a liberdade. O som dos discos antigos, solos de guitarra, batidas em uma bateria velha, um contrabaixo… O acústico de um violão empoeirado. É o som que busquei a minha vida inteira e encontrei em você. É um jogo bobo, porém gostamos de jogá-lo.
Porque somos eu, você e o resto do mundo.E eu prefiro estar aqui, ao seu lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens recentes

recentposts

Postagens que você possa gostar

randomposts