Miragem


Sabe, existem momentos aos quais a gente gostaria de poder fazer parte. Ultimamente venho falando muito sobre momentos e coisas pequenas que nós gostaríamos de termos feito. Acontece que, tenho chegado à conclusão de que vim perdendo cada um desses curtos espaços de vida. Venho perdendo a cada dia um pouco mais daquilo que, antigamente, considerávamos como parte insubstituível de nossas vidas.
O sol ousou aparecer nesse dia nublado, as músicas tornaram-se, nesse exato instante, um pouco mais agradáveis.. E o temor é o mesmo. As pessoas cumprem a sua rotina, os carros são dirigidos para os mesmos lugares, as árvores balançam na mesma direção, as persianas batem num mesmo tom. Nada mudou externamente, embora a mudança real ainda esteja acontecendo dentro de cada pessoa, na medida e velocidades certas em que isso tudo deveria ocorrer. Um dia, meus caros, com certeza iremos nos surpreender.
E ela terá aprendido. Terá se modificado, se refeito. As coisas terão mais graça, as piadas vão estimular o humor e não a ironia diante de mais um escândalo governamental. As pessoas pararão de andar com medo de tudo e seguirão o seu caminho olhando para frente e não para baixo e disfarçando enquanto pegam o celular ou remexem as coisas na bolsa a procura de nada, simplesmente para não precisar olhar para os que estão no mesmo caminho que elas. O café estará pronto na hora certa na mercearia da esquina, todos estarão agasalhados para o frio do inverno e o verão não será tão brando quanto foi nos últimos anos.
Consequentemente, nesse futuro, que talvez seja próximo, o amor não será mais breve, as paixões não serão mornas, os olhares não serão tão vagos e nem tão distantes como foram em outrora. E assim, por fim, nós acabaremos bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens recentes

recentposts

Postagens que você possa gostar

randomposts